terça-feira, 25 de outubro de 2011

Outono Apicola


Após a fadiga da época apícola está na hora de começar o as reparações, alterações e construções das novas casas para as colmeias.

Assim e após feitos os tratamentos das colónias, alimentação de enxames, juntou-se a primeira fornada de material para ser tratado no descanso apícola.

Acabou-se a criação de rainhas, núcleos, etc.


A chuva já chegou, o frio começa a aparecer e não vale a pena insistir contra a natureza.

Está na altura de parar os trabalhos de campo excepto resguardar as colmeias, tratar contra a varroa alimentar alguns núcleos atrasados.

Os trabalhos de oficina estão a começar.

3 comentários:

Campista selvagem disse...

pois é...
no meu caso ainda me debato com umas larvas que destruiram duas culmeias e ainda não desistiram, filhas de umas pequena borboletas, são capazes de infestar uma culmeia em meia duzia de dias.
já não sei o que faser mais, todos os anos é a mesma coisa, basta uma culónia estar um pouco mais fraca é é logo atacada, para a barroa ainda se compra tratamento agora para esta praga nada.

Anónimo disse...

embora estejamos entrando numa fase mais calma no campo esta vindo outra igualmente importante pois dela depende o proximo ano apicula pode pareçer aborrecido mas garanto k nao requer paciençia tempo gostar do k se faz eu gosto deste trabalho por arames limpar e arrumar quadros reparaçoes embora trabalhoso no fim recompensa ao vermos tudo arranjado e pronto para mais um ano tudo e mto importante e compensador

octávio disse...

É o chamado "trabalho de casa" que também - a gosto - deverá ser feito.

Para informação ao campista selvagem, existe um produto que mata esses indesejáveis sem interferir nas abelhas, chama-se "cerapol" da Kessler, custa à volta de 5 euros mas dá para muito tempo.